Em agosto de 2019 Salvador sediou a Semana Latino-americana e Caribenha sobre Mudança do Clima. O encontro promovido pela ONU aconteceu em um momento de transição para a política ambiental brasileira a partir da entrada da gestão Bolsonaro e quase foi cancelado, já que o ministro Ricardo Salles ameaçou fechar as portas do país para a discussão sobre mudanças climáticas. Para marcar o momento gravíssimo, uma série de organizações, coletivos e movimentos sociais [Gambá, Instituto Búzios, Canteiros Coletivos, entre outras] foram impelidas a tomar posição no evento, pressionando por uma ação real pelo clima em todas as esferas do poder público. Surgia assim a Convergência pelo Clima com seu mote “Não há Planeta B”.

 

Nesse primeiro momento, organizações ambientalistas, sindicais, movimentos sociais, entidades técnicas, pesquisadores, representações partidárias, e ativistas, realizaram atos no evento da ONU e em locais públicos de Salvador chamando a atenção para a urgência do tema para a vida humana, demandando ação do Governo Federal, Governo do Estado e Prefeitura de Salvador.

 

Passada a Semana do Clima, a Convergência seguiu em atividade, puxando a realização da Greve Mundial pelo Clima em Salvador, no dia 20 de setembro. Um ato foi articulado em parceria com centrais sindicais, na praça do Campo Grande, e com a realização de uma aula pública sobre mudanças climáticas e seus efeitos práticos em nossas vidas.

 

Assista a aula pública realizada na Greve Mundial pelo Clima em 20/09

 

Em janeiro de 2020 a Convergência ganha novas adesões de instituições selecionadas pelo edital Casa Cidades, articulado localmente pelo Gambá e que reuniu 11 iniciativas por uma cidade mais inclusive, resiliente e sustentável. Com o fim da execução dos projetos, as instituições passam a integrar a rede que também traça novos objetivos: acompanhar a elaboração do Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas de Salvador (PMAMC), em execução pela prefeitura de Salvador, e pautar a crise climática nas eleições municipais, previstas para esse ano.

 

Com o PMAMC em vista, foram realizados dois encontros presenciais para ampliar as discussões e coletar sugestões dos territórios para o plano sendo executado pela prefeitura. Um momento de formação com o professor da UFBA Osvaldo Soliano, especialista em clima, e um encontro realizado na Casa Ninja Bahia com representantes de diversos territórios. As duas atividades geraram o primeiro documento com sugestões enviado à equipe de elaboração do plano, foram urgências identificadas e sugestões sobre como a cidade procurar mitigar e se adaptar à crise climática.. Leia o documento na íntegra.

 

Assista ao encontro realizado na Casa Ninja Bahia: Parte 1 e parte 2

 

Para aprofundar a participação social na elaboração do plano, foi articulado o projeto Emergência Climática em Salvador – Desafios e Controle Social, com financiamento do Fundo Socioambiental Casa. Tocado pelo movimento Canteiros Coletivos em parceria com o Gambá e articulado no âmbito da Convergência pelo Clima, o projeto tem buscado ampliar a discussão sobre o plano entre atores relevantes da cidade. O projeto já promoveu a análise técnica da Avaliação de índices de Risco Climático de Salvador (2º produto do PMAMC), compilando inúmeras sugestões e análise crítica de especialistas sobre esse produto apresentado pela prefeitura. Realizou também, no último dia 12, uma live aberta ao público discutindo a relação dos parques e áreas verdes de Salvador e o clima urbano. Outras lives ainda acontecerão com temas a serem definidos.

 

Saiba mais sobre a análise da Avaliação de índice de Risco Climático

Assista a live Parques e Clima de Salvador

 

De março para cá, a Convergência pelo Clima recebeu novos integrantes. Hoje, temos em torno de 50 componentes (Confira a lista completa). entre organizações, movimentos socioambientais, associações de moradores e centros de pesquisa de universidades. A Convergência está sempre aberta a novas adesões, se você ou sua organização deseja integrar nossa rede, conheça o nosso pacto pelo clima, preencha o formulário e aguarde nosso contato.

 

Fonte: Grupo Ambientalista da Bahia – Gambá.

Banner Content
Tags: , ,

Related Article

No Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário

ANO XVI – ED. 184 – JULHO 2020

Siga-nos

INSTAGRAM

Arquivo