O colorismo é um conceito que consiste na discriminação pela tonalidade da cor da pele. Também chamado de pigmentocracia, surgiu em 1982, usado pela escritora Alice Walker. Pela sua formação – com histórico de políticas de embranquecimento e famílias interraciais – há, no Brasil, uma imensa diversidade de identidades raciais. Tal diversidade não é encontrada em muitos lugares do mundo e, dentro dela, surgem os pardos: categoria residual gerada pela miscigenação.

 

Quer entender mais? Acesse a webstory de Gabriele Oliveira.

 

Fonte: Catarinas.

Banner Content
Tags: , , ,

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário

ANO XVIII – EDIÇÃO Nº 212 – NOVEMBRO 2022

Siga-nos

INSTAGRAM

Arquivo