Imagem: Refeição, Maria Auxiliadora, 1970, Museu Afro Brasil
O mês de novembro é marcado pela celebração e reflexão sobre a história, lutas e conquistas da população negra no Brasil. Para promover um mergulho sobre o tema, o Google Arts & Culture lança,  em parceria com 15 instituições culturais,  o projeto “Consciências Negras”, uma nova seção dedicada à arte e cultura afro-brasileira na plataforma.
Ao navegar por mais de 30 exposições e histórias, você vai conhecer um pouco mais sobre história por trás dessa celebração, graças ao Geledés Instituto da Mulher Negra, navegar pela representação artística da comunidade negra por meio das lentes de 600 obras digitalizadas pela primeira vez em alta-resolução da coleção do Museu de Arte da Bahia, e ainda saber mais sobre as expressões artísticas e culturais do Porto do Rio – principal porto do tráfico de escravos das Américas, hoje lugar de intercâmbio e convivência pela arte e cultura.
A história que a história não viu
O projeto conta ainda com uma iniciativa inédita em parceria com o Museu Afro Brasil: quatro jovens artistas brasileiros trabalharam com a instituição para retratar histórias de protagonismo negro pouco conhecidas e que contribuíram para a formação do país, tão arraigado na identidade contemporânea.
Esses artistas criaram quatro obras emblemáticas que dão voz a essas narrações que ficarão hospedadas no acervo digital do Museu Afro Brasil.
Partindo de uma história empoderadora de irmandade e empreendedorismo em Salvador, resultando na primeira comunidade de mulheres trabalhadoras livres, até como a representação negra evoluiu para além dos estereótipos, com os Irmãos Timóteo, que foram além, abordando sobre a descoberta de como o design e a tecnologia derivadas dos ancestrais africanos impactou o desenvolvimento do país.
Ibejis – por Robinho Santana
Para explorar essas histórias notáveis ​​com mais detalhes e descobrir coleções de mais de 2.000 museus ao redor do mundo, o Google Arts & Culture é gratuito para qualquer pessoa. Basta acessar o site ou baixar o aplicativo disponível para iOS e Android.
Por Rafael Camilo, líder criativo da área de marketing do Google.
Banner Content
Tags: , , ,

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário

ANO XVI – ED. 188 – NOVEMBRO DE 2020

Siga-nos

INSTAGRAM

Arquivo